Home Notícias Countdown: Descubra as referências e inspirações por trás do clipe de Beyoncé

Countdown: Descubra as referências e inspirações por trás do clipe de Beyoncé

1588
27
SHARE

Como sabemos, Beyoncé é especialista em homenagens a seus ídolos em video clipes. Com “Countdown”, dirigido por Adria Petty – o mesmo diretor de “Sweet Dreams” – não seria diferente.

Por trás das caras e bocas e do visual retrô, existem referências à filmes e outras obras. Confira neste post:

Whitney Houston

Uma das inspirações por trás de “Countdown” é o clipe de Whitney Houston, I Wanna Dance With Somebody. As cores vivas em contraste com uma maquiagem feliz, também estão presentes no clipe de Beyoncé. Clique aqui para assitir.

Neoplasticismo

O neoplasticismo também é destacado no clipe de Knowles. Como sabemos, uma das grandes paixões da cantora é a pintura. Pieter Mondrian foi homenageado no vídeo, em que sua arte com “blocos” é mostrada por Knowles, em uma fundo que podia ter sido pintada pelo próprio.

Funny Face

O musical dirigido por Stanley Donen tem Fred Astaire e Audrey Hepburn no elenco. “Funny Face” foi representado por Beyoncé no início do video. Clique aqui para ver a cena original.

Valley of the Dolls

O filme de 1967, baseado no romance de Jacqueline Susann, conta a história de amigas que tentam a vida em Nova Iorque. Beyoncé usou o poster promocional do longa metragem como inspiração em uma cena de seu clipe.

Flashdance

O filme conta a história de uma dançarina de Pittsburgh que tenta fazer parte de uma companhia de ballet. A roupa é parecida. Na mesma ocasião, Beyoncé também homenageia a coreógrafa belga Anne Teresa De Keersmaeker. Clique aqui e veja o vídeo comparativo – e, de certo ponto, um pouco maldoso – feito por um site belga.

GAP

Knowles se inspirou no comercial de 1998 da marca americana. Clique aqui para assistir.

The Supremes

Não só neste vídeo, mas como também na carreira de Knowles: as The Supremes sempre foram uma grande inspiração. Tanto em grupo, como na carreira solo (inspirada por Diana Ross).

Fame

Os estudantes da escola de arte contemporânea de Nova Iorque, representados pela série “Fame”, de 1982, também foram homenageados pela mamãe-Knowles.

Blow-Up

O clipe de Adria Petty é inspirado no filme do diretor italiano Michelangelo Antonioni, Blow Up – Depois daquele beijo, de 1966. Não só lembrando por seu visual, mas também pela sequência de cortes rápidos.

Donyale Luna

Em março de 1966, a modelo Donyale Luna foi a primeira negra a ser capa da revista Vogue britânica. O clipe de Knowles faz uma referência a este feito, com Beyoncé brincando com poses com a mão.

Josephine Baker

Josephine Baker é uma das grandes inspirações de Beyoncé. Knowles, que teve a oportunidade de homenageá-la outras vezes, como na performance de Deja Vu no Fashion Rocks de 2006, voltou a fazê-lo. Em “Countdown”, a ex-Destiny’s Child faz a dança à “La Baker” – desta vez, infelizmente, sem a saia de bananas.

Caso você ainda não tenha assistido ao clipe, confira abaixo:

Fontes: MTV News, YouTube, Wikipedia.

Comentários

27 COMMENTS

  1. Parabéns pelo belíssimo post!
    Adorei ter todas essas informações!
    É uma pena algumas pessoas não saberem distinguir uma homenagem de um plágio!
    Nossa KingB arrasa sempre!

  2. Parabéns pelo belíssimo post!
    Adorei ter todas essas informações!
    É uma pena que as pessoas não saibam distinguir uma homenagem de um plágio!
    Mas o que importa é que nossa KingB arrasa sempre, não importa o que a concorrência invente!

  3. ótima analise! As pessoas são maldosas e as vezes falam de plágio! Mal sabe elas que para produzir é importante ter repertório, e repertório deriva de conhecimento e pesquisa! Por isso trabalhos com uma boa base de pesquisa ficam tão bons! Beyoncé é linda, criativa, CATIVANTE E TEM UM REPERTÓRIO MARAVILHOSO!
    Ela bebe na fonte de seus ídolos eeu bebo na fonte dela! Que é a minha maior inspiração! Fico feliz pelo gosto parecido com o dela! já dirigi filmes com influencias da Audrey Hepburn. E no média “Quero Ser Beyoncé” tenho influencias de flashdance! Além de outros musicais como Dirty Dance, Fotloose e até Cantando na chuva! Amoooooo

  4. É PRECISO INTELIGENTE, CULTURA, TALENTOOOOO E AMOR AS RAÍZES PARA FAZER ISSO. SÓ PODIA SER DELA. POR ISSO QUE ELA É DIVA, ELA VAI ALÉM DE MODISMOS DA MUSICA POP E DA BLACK MUSIC. SHOW DE BOLA. PARABENS BEYONCENOW PELO POST

  5. Quantos plagios ! KKKKKKKKK
    mas pra mim realmente tem uma parte no clip qe ela tá a cara da Rihanna ! em Umbrella .

    • As pessoas não sabem o significado das palavras "plágio e inspiração"… e gostam de falar daquilo que não sabem!!! "PLÁGIO: cópia, mais ou menos disfarçada, de obra alheia. À imitação de, a exemplo de, conforme, segundo." INSPIRAÇÃO: agir por inspiração de.
      Estado da alma quando é influenciada por algo ou alguém.

    • Pelo amor de Deus!!!! Rihanna não inventou o corte Chanel, deixa de ser ignorante! Além disso sou muito mais os cachos longuíssimos de Beyoncé, acho mais digno! Rsrsrs….

      Agora falando do clipe, não imaginava ter tantas inspirações, eu até sabia da referência há Audrey Hepburn e The Supremes, mas o resto… Nem sei como coube tudo num só clipe.
      Gostei muito do clipe, tá sendo interessante ver a Bey e agora ter vontade de apertar a bochecha.
      Parabéns Bnow, informação é tudo!

    • não sei se você viu a sequência de tweets que eu postei no twitter do Beyoncé Now. Ao acreditar que algo é copiado você – além de inocente – está sendo totalmente ignorante. Nada em filmes/cinema/clipes/documentários/whatever é gratuito. Toda idéia tem um sentido, toda imagem tem um significado. Você acha que foi uma referência à Rihanna? Que bom, acredito que não – já que o corte Chanel – usado por Beyoncé em 2003 – foi extremamente popularizado em 2005/2006 por Victoria Beckham e, antes dela, pelas The Supremes – citadas no post. Caso você ainda tenha uma idéia – repito, ignorante e inocente – de plágio, cópia, ou qualquer outra nesse sentido – não só sobre Beyoncé, como todos os aristas em geral – não vou dizer que a RiRi copiou "Baby Boy" em "If is Love What You Want", seria burrice – te convido a acessar o site dos meus amigos, http://www.rihannadaily.com e http://www.rihannanobrasil.com.br. Lá é o lugar certo de criticar, falar, se expressar, ou qualquer coisa referente à RiRi, ok?

      Bom dia! 🙂

    • Concordo com o Lucas Gomes, as pessoas não sabem o significado das palavras "plágio e inspiração". Só poderia ser um fã da Rihanna cheirando aqui para falar mal da Beyoncé!

  6. Sei que ela quis fazer homenagens ja que o titulo lembra regressar. Espero que ela tenha "comprado" ou pedido os direitos autorais de alguns desses videos e coreografia , pois realmente aquela coreografia da Ane, por exemplo, é igual a original. E isso pode ser classificado como plagio já que ela ganha dinheiro com a venda e divulgação do vídeo. Homenagem,por si só, não tem fim lucrativo.
    Entendam que acredito na Bee. Dou exemplos que ela pagou ou mencionou inspirações que nem iriam repercutir muito como o do tofo-tofo, em single ladies, os simples de RTWG…
    Li também alguns comentários, não aqui, que ela não esta tão criativa (1+1 teve inspirações, agora coutdown) mas as pessoas não sabem que ninguém, mais ninguém, não faz nada a partir de outra coisa que esta conheceu. As vezes é de forma bem indireta outras mais diretas. Thomas Edson sabia que quando passamos corrente elétrica em um metal ela encandece, mas por acaso ele plagio a primeira pessoa que fez isso quando ele inventou a lampada?

  7. Achei muito bom o post, mas faltou pesquisa do editor, nada tem a ver o clipe de Beyoncé com o filme Flashdance.
    Sou fã de Beyoncé, mas o clipe tem menção clara a coreografia de Anne Teresa de Keersmaeker chamado Rosas danst rosas, procurem no youtube, é maçante ,mas até a cena final do clipe , a cena das cadeiras , aparece no video da coreografia original.
    Jennifer Lopez sim, fez um clipe contando resumidamente a historia do filme… vejam "I'm Glad"

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here