CMU lista Beyoncé como uma das dez artistas de maior destaque em 2011

15 de dezembro de 2011. O autor deste post é Roberta.

O site CMU listou Beyoncé como uma das dez artistas de maior destaque em 2011. Confira a matéria traduzida abaixo:

Sendo o que, como ela mesma chama, um “combo musical… uma mistura de vários estilos musicais”, “Run the World”, de Beyoncé, foi o carro-chefe do seu quarto álbum de estúdio, “4”. Apesar do grande time de produtores e do vídeo multi-milionário, a faixa quase não entrou no top 30 do Hot 100 da Billboard. Para Beyoncé, que estava acostumada a atingir o #1 com seus singles, “Run the World” pareceu um erro.

Mas ao invés de enfraquecer, a jornada de “4” continuou, dando espaço ao segundo single, “Best Thing I Never Had”. Os fãs mais tradicionais de Beyoncé, particularmente aqueles que gostam de faixas que falam sobre rompimento de relações, se identificaram mais com essa canção do que com sua antecessora, levantando as pré-vendas do “4” até o lançamento oficial do álbum, em junho. Isso, é claro, coincidiu com o show principal que Beyoncé fez no festival de Glastonbury, uma enorme demonstração da sua suprema presença de palco e um dos maiores espetáculos que o Pyramid Stage já viu.

Uma performer completa, ela guardou o anúncio de sua gravidez com o marido Jay-Z para o tapete vermelho do VMA 2011, coreografando até o movimento que faria para revelar a barriguinha no final da apresentação de “Love on Top”. Quebrando recordes no twitter e criando a palavra “bebêyoncé”, o anúncio foi imaculável, inteligente e profissional. Afinal, estamos falando de Beyoncé.

O terceiro single, “Countdown”, – uma bela mistura de funk, R&B clássico e instrumentos caribenhos – foi bem recebido, assim como “Party”, com a participação de Andre 3000, outro destaque do “4”. Dirigido pela própria Beyoncé, o vídeo de “Party” representa sua musicalidade e estilo, algo que nunca teria acontecido se seu pai, Matthew Knowles, – que se afastou no início da produção de “4” – ainda fosse seu empresário.

Beyoncé, é claro, levantou muitas controvérsias durante a divulgação do “4”: não apenas as acusações de plágio, como as de uma gravidez falsa e a ainda não explicada participação de Tricky em sua apresentação no Glastonbury. A retaliação de Beyoncé foi lançar vídeo após vídeo, criar documentários e várias apresentações ao vivo e trabalhar em um legado artístico que, apesar da lenta aceitação do “4”, está garantido.

Então, para terminar, ficamos com o vídeo de “End of Time”, uma montagem de cenas da performance dela no Glastonbury com o DVD em Roseland. Eu te desafio a dizer que não é incrível.

Outros artistas citados na lista são Wiley, Emika, Odd Future, EMA, The Weeknd e Three Trapped Tigers. Original em inglês em: http://www.thecmuwebsite.com/article/cmu-artists-of-the-year-2011/

9 comments on “CMU lista Beyoncé como uma das dez artistas de maior destaque em 2011

  1. Tricky parecia bem abatido… talvez ele esteja nas ultimas e Bey (com o seu coração amoroso) o chamou para subir ao palco… Seilá! HAHAHAHAHAHAHA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>